Valorizando o Nacional

Olá, faz tempo que não passo por aqui, é verdade, mas este é um cantinho que jamais irei abandonar completamente, aqui é meu infinito particular...
Hoje quero falar um pouco sobre nosso último projeto: Soraia entre o céu e o inferno.
Trago hoje muito feliz as considerações de uma leitura mais que especial, feita por alguém que sabe o que diz quando se trata de literatura. Obrigada minha querida, gratidão sempre, pelo carinho e por tudo.





Saudações literárias
Como irmã da Academia Luminense de Letras, gostaria de parabenizá-la por mais uma obra que sem sombra de dúvidas, confunde a ficção com a realidade.
No processo inicial de interpretação da leitura do seu livro, busquei a abstração de uma consciência mais primitiva, cito a mítica, para o entendimento do sobrenatural,alegórico e místico  enfatizando constantemente em sua obra, que sustentam a fundamentação de explicações racionais.
O adolescente protagonista, expressa o seu desabafo de suas crises existenciais, angústias, rejeições, preconceitos, violência e sofrimentos vividos num determinado cenário social, marcado por forte sentimento de amor... Esta forte afetividade que proporcionou o encontro de adolescentes que viveram um momento ardente de corpos que saíram  da dimensão lógica e se  embriagaram na intensa e desesperadora emoção, em busca da loucura, do medo, da intensa fragilidade que deleitava ao convite inusitado, da força desesperadora do extremo, o suicídio, inspirado no mito de Éros e Psiqué.

VALORIZANDO O NACINAL

Olá meus queridos, já faz um tempinho que não venho aqui, muita correria, mas... O ano está acabando e, fechando com chave de ouro em um grande evento. O primeiro Sarau Literário de Centro do Guilherme.
Centro do Guilherme é um dos 217 municípios do Estado do Maranhão. Localizado na Amazônia Maranhense, especificamente na Mesorregião do Oeste Maranhense e na Microrregião de Gurupi. Sua população é de 12.713 habitantes. Este município foi criado em 10 de novembro de 1994 (IBGE 2010). 
Fomos representando a AMEI ( Associação de Escritores Independentes do Maranhão)
ttps://www.facebook.com/ameislz/?fref=ts  
Veja que linda festa:

Valorizando o nacional


Olá queridos, trago mais um valorizando o nacional. Esta é Angela Aguiar, nos conhecemos da Bienal de São Paulo  e tive a oportunidade de ler seu lançamento. Também já li seu outro livro que amei Entre a Razão e o Coração.
O que achei da leitura? Vem comigo. Lembrando que não faço resenha, eu falo das minhas impressões da leitura. 


A vida é feita de momentos, instantes que vão se costurando, ora  rasgando-se, ora nos edificando, ora nos dilacerando...
Elena vai para a faculdade e logo de cara paga o maior mico de sua vida... Já me identifiquei, sou o tipo de garota que atrai encrenca, quando eu não procuro ela sempre me encontra.
Mas em meio a tragédia surge uma luz que atende por Felipe que passa a brilhar intensamente  no coração e na vida de Elena... Um amor lindo, perfeito, o sonho de toda mulher... Mas o tempo passa e a vida num de seus momentos de péssimo humor coloca um vírgula na história da moça e a desafia a continuar vivendo, a luz se apaga e com ela a vontade de viver... A vida  passa a ser pintada com tons cinzas... Elena simplesmente se furta da vida, se tranca num mundo triste e sombrio, acha que não pode mais ser feliz, na verdade ela nem tenta, talvez por medo de fracassar...Em alguns momentos nos sentimos exatamente assim, achando que permanecer na dor é mais fácil que tentar sair dela, nos acostumamos, nos deixamos escravizar.

 Então vamos para mais uma Bienal, o coração a mil, os sonhos se desenhando e aos poucos a realidade vai se descortinando diante dos olhos ainda por vezes infantis, da menina pobre que ousou sonhar um sonho grande. Sim, um sonho grande, desde a mais tenra infância ela sonhava e criava mundos, tinha saudades de coisas nunca vividas, pelo menos não nesta vida, neste tempo... Mas tinha algo latente, qualquer coisa que girava em sua cabeça e em seu coração... Aprendeu a lê e escrever,  então rabiscava versos desconexos nas paredes instáveis de sua existência carente de tudo. Ela foi crescendo e com ela seus sonhos, muitos ficaram pelo caminho, outros se tornaram pesadelos e outros tantos permanecem a espera da realidade...

Valorizando o Nacional

Olá meus queridos vamos conhecer mais uma escritora nacional? Vamos lá. Bienal chegando coração a mil e, vamos encontrar nossos favoritos, então saiba mais sobre esta moça linda!


1- QUEM É SORAYA ABUCHAIM?
Que pergunta difícil rsrs... Bom, a Soraya é uma mulher que detesta ficar parada. Eu trabalho, tenho uma filha, faço academia e ainda arrumo tempo para o marido, a casa e a escrita, que eu amo, claro. Sou apaixonada por livros e pelo universo da literatura, e me realizei como escritora.

Olá queridos, hoje trago mais uma escritora nacional e melhor ainda maranhense. Sim mais uma querida que tive o prazer de conhecer durante a FLAEMA ( 1ª Feira de Livros do Autor e Escritor Maranhense)
Vamos conhecer um pouco mais sobre esta bela de olhos encantadores e sorriso largo, além de uma escrita cativante.
                                                  Entrevista concedida com muito carinho.


1-      QUEM É NATHALIA BATISTA?
É uma mulher que desenvolve inúmeras atividades na vida, como trabalhar, estudar, cuidar da família, e é claro escrever. Está cursando o terceiro curso superior e se sente muitíssimo feliz estudando e buscando novos conhecimentos. 

Valorizando o Nacional

Olá meus queridos, trago mais uma autora maranhense que conheci na FLAEMA. É a jovem talentosa R. A. Cirino.
Vamos conhecer um pouco sobre ela e seu trabalho? Vamos lá!


Sinopse: “[...] ‘Não há nada melhor na vida do que amar e, em troca, ser amado’, essa citação é de Moulin Rouge, e confesso que eu não entendia essa frase até me apaixonar pelo garoto que mudou minha vida.”.
Anya é uma jovem de vinte e três anos que mora com Matteo, seu marido, em um pequeno apartamento em Paris, França. Eles são felizes, têm uma vida confortável e nada lhes falta, mas um acontecimento inesperado muda a vida dessa jovem que, de repente, se vê sem esperanças. Nenhuma situação na vida, entretanto, é tão difícil que não possa ser superada e, decidida a superar tudo que lhe aconteceu, Anya volta para a cidade onde nasceu e resolve enfrentar o mundo de cabeça erguida, chegando a São Petersburgo, Rússia, totalmente desligada de todo o seu passado.
Mesmo quando tudo parece estar perdido, sempre há um modo de voltar a sorrir. Mergulhe nessa linda história de amor e superação que vai te mostrar que, na vida, sempre há como recomeçar.

Valorizando o Nacional

Olá meus queridos, então passei um tempinho sem atualizar as coisas por aqui. Tenho andado bem atarefada, e na correria como sempre. Mas não posso deixar de produzir um tempinho para fazer o que mais amo além de escrever que é ler claro. No último mês de maio aconteceu aqui em São Luís a FLAEMA.
       Recepção muito agradável uma linda grega e um monitor lindo e muito gentil.
                                                 Cléo Rolim, escritora e idealizadora da feira.
                                         
                                                   José Viegas, escritor e idealizador da feira.

O que levarei de 2015

Olá terráqueos!!!! 2015 foi um bom ano, foi sim... Reflexões, angústias e aflições que me fizeram crescer um pouco mais. E para compensar, pois merecemos um pouquinho de felicidade, tivemos momentos lindos, inesquecíveis... Partilharei os mais significativos com meus queridos leitores e amigos.
 Um dos instantes mais significativos deste ano foi o lançamento do meu mais novo romance,
TEU OLHAR. Foi realizado na escola CEFRAN no Maiobão, espaço cedido pela presidente da ACADEMIA DE LETRAS DE PAÇO DO LUMIAR a senhora IVONE SILVA OLIVEIRA.

Instantes de mim...


A VIDA QUE SEGUE....
A vida, que segue...
Cicatrizes, fazem parte...
Nos deixam mais fortes,
Nos blindam para o futuro [idiotas]
Necessário para o aprendizado...
Escolhas...
Certas,
Erradas,
Quem sabe?
A vida, que segue...
Conhecendo, testando nosso limites... Sentimentos, vontades!
Delimitando espaço, disponibilidade... Prioridades!
Anseios, esquecidos ou sufocados...Deixados num canto do quarto...
A vida, que segue...
Marcas, lágrimas, aprendizado. Adeus!
A vida, que segue... E viver pressupõe riscos.
De ser feliz,
De chorar,
De amar intensamente, quem não sabe o que é o amor...
A vida, que segue...
Outro porto,
Outros mares,
Novas ilusões,
Desilusões,
A vida que segue!
O tempo não para, para reconstruir, para catar os casos estilhaçados, após uma tempestade... É a vida que segue.
Ahtange Ferreira [ para além dela mesma]

Quando e eu tive que seguir...

No instante em que vi teus olhos, mergulhei neles, me perdi e me encontrei junto ao teu peito. 
Agora tenho um coração ferido. Sinto-me esmagada por um rolo-compressor,como um ferro em brasas toca uma camada de cera, tudo cai, estilhaços de mim no chão frio, fétido e impassível da indiferença.
Sinto-me como uma pequena gota de orvalho caindo, vertiginosamente no deserto em meio a uma tempestade de areia, não sei se se morre de amor, só sei que, por amor quase morri o que restou desse amor, transformei em não sei o que, que foi não sei para onde, só sei que me levou e o que restou de mim, se caberá outro amor? Não sei...